Review do Redmi Note 9 Pro: um bom celular, mas caro demais

Celular intermediário premium traz boa performance e autonomia, mas seu preço oficial no Brasil está acima da média. Veja o que achamos dele!

Alvaro Scola 22/06/2020 17h03
Redmi Note 9 Pro
A A A

Para atender as diferentes necessidades de seus consumidores, a Xiaomi possui algumas marcas como a Redmi, que conta com alguns celulares focados em fornecer um bom custo benefício. Após ter vindo para o Brasil no ano passo com alguns aparelhos, a Xiaomi lançou neste mês de junho o Redmi Note 9 Pro, um celular do segmento intermediário premium.


O Olhar Digital teve a chance de testar este aparelho com 4 câmeras traseiras e o processador Snapdragon 720G, que promete ser uma boa opção para jogos, e te conta a seguir o que achou dele. Confira!

Importante

Algumas partes deste review, como a das fotos, foram atualizadas após a sua publicação original. Ao entrar em contato com a Xiaomi foi verificado que o aparelho estava rodando uma versão anterior de certos aplicativos do sistema, que não estava mostrando qualquer atualização disponível. 

Design, acabamento e tela

No que diz respeito a parte de acabamento, o Redmi Note 9 Pro, visualmente, pode até ser parecido com alguns aparelhos topo de linha. Na parte frontal e traseira, este celular adota o vidro como o principal material de seu acabamento, sendo que ambas as partes contam com a proteção do Gorilla Glass 5 contra trincos e arranhões.

O aparelho está disponível em três cores, sendo elas: Interstellar Grey, Tropical Green e Glacier White. O Olhar Digital testou o celular na cor branca, que acaba sendo discreta, mas que reflete bastante as luzes do ambiente, deixando o smartphone sempre bonito. Apesar de ser de vidro, algo que também chama a atenção de forma positiva, é que o Redmi Note 9 Pro, ao menos nesta cor, dificilmente acaba ficando com marcas de dedos visíveis.

Ainda em relação ao corpo do celular, em sua parte traseira, estão presentes as suas câmeras principais de forma centralizada. Elas até são elegantes e não ocupam muito espaço, mas acabam sendo bem saltadas, o que pode não ser legal para quem gosta de usar o celular sem uma capinha.

Reprodução

Já o seu leitor de impressões digitais, diferente do que estamos acostumados a ver na maioria dos aparelhos, está presente ali em sua parte lateral, mais precisamente em seu botão Power. A escolha até me agrada, mas confesso que as vezes é um pouco incômodo receber uma vibração de “erro” por ter usado um outro dedo no botão apenas para acender a tela do celular.

Para exibir suas imagens, o Redmi Note 9 Pro traz uma tela com a tecnologia IPS LCD de 6,67 polegadas, resolução de 2400 x 1080 pixels e 395 ppi de densidade. De forma geral, o aparelho consegue apresentar cores bem vivas por padrão e com uma boa nitidez, mas diferentemente do que achamos inicialmente em nosso hands-on, assim como outras telas LCD, o nível de brilho deste display, apesar de ser decente, pode lhe causar problemas ao ser usado em locais com muita luz. Aqui, vale notar, a câmera de selfies do celular fica como um “buraco na tela” de forma centralizada.

Reprodução

Por fim, na parte de baixo do aparelho, perto de seu alto-falante, você tem o acesso à sua porta USB C e também a uma bem vinda entrada para fones de ouvidos P2.

Performance e desempenho

Para a questão de desempenho, o Redmi Note 9 Pro traz uma configuração interessante e bem balanceada. Primeiro, veja a ficha técnica do aparelho:

  • Processador Snapdragon 720G;
  • GPU Adreno 618;
  • 6 GB de memória RAM;
  • 64 ou 128 GB de espaço para armazenamento expansível via cartão microSD;
  • Bateria de 5.020 mAh.

Na questão de performance para aplicativos, o Redmi Note 9 Pro não decepciona em nada. Apesar de contar com um pouco menos de memória RAM em comparação a aparelhos premium, eu não tive nenhum problema na hora de abrir aplicativos com ele e nem na hora de alternar entre eles quando já estavam abertos.

Já por ser considerado um processador bom para jogos, nós resolvemos pegar um pouco mais pesado nos testes do Snapdragon 720G em relação aos títulos testados no celular. Assim, com as suas configurações gráficas definidas para o médio, o jogo Fortnite sempre manteve uma taxa estável de 30 quadros por segundos.

Por sua vez, o segundo título testado foi o Asphalt 9, que apesar de não ser tão novo, ainda é considerado pesado para alguns celulares. Assim como no Fortnite, este título também apresentou um bom desempenho, tendo alguns pequenos travamentos, mas tudo dentro do normal ou do esperado e que já vimos até mesmo em produtos com configurações superiores.

Reprodução

Já quem está mais interessado nos números técnicos de ferramentas de benchmarks, no Geekbench 5, o Redmi Note 9 Pro alcançou a pontuação de 564 pontos para atividades Single-Core e de 1.763 para atividades Multi-Core.

Na questão de autonomia, o Redmi Note 9 Pro realmente não desaponta com os seus 5.020 mAh de bateria. Em nossos testes para realizar as atividades mencionadas acima, o aparelho forneceu uma autonomia para aproximadamente dois dias de uso, ficando com aproximadamente 10% de carga ao fim do segundo dia. Por sua vez, a recarga completa levou um pouco mais de uma hora e meia para ser efetuada em nossos testes.

Fotos

No que diz respeito a fotos, o Redmi Note 9 Pro não decepciona, apesar de não trazer nada de muito inovador. Antes de entrar nos detalhes de como saem as imagens capturadas com ele, primeiro veja quais são as suas lentes:

  • Lente wide de 64 megapixels com abertura f/1.9;
  • Lente ultrawide de 8 megapixels com abertura f/2.2;
  • Lente macro de 5 megapixels com abertura f/2.4;
  • Lente de profundidade de 2 megapixels com abertura f/2.4;
  • Lente para selfies wide de 16 megapixels com abertura f/2.5.

De forma geral, as lentes do Redmi Note 9 Pro possuem uma boa abertura e são capazes de tirar fotos em praticamente qualquer situação com qualidade. Assim, para a maioria das imagens, além de ele conseguir manter um bom nível de detalhes, as cores ficam bem fiéis a realidade sem ficarem saturadas. Veja algumas fotos tiradas com o aparelho:

Reprodução

Foto em ambiente aberto - Lente Wide

Reprodução

Foto em ambiente aberto - Lente ultrawide

Reprodução

Foto em ambiente fechado - Lente wide

Reprodução

Foto em ambiente fechado 2 - Lente wide

Por sua vez, o modo noturno do aparelho até faz um bom trabalho, mas ele não chega a surpreender e certos “ruídos”, como pequenos borrões, podem ser vistos. Ainda assim, vale notar, esse modo noturno está com um ótimo resultado para um aparelho do segmento intermediário premium.

Reprodução

Foto com modo noturno

Já a lente macro do Redmi Note 9 Pro também faz um bom serviço e consegue manter um bom nível de detalhes, entretanto, os elementos em segundo plano, assim como no modo noturno, acabam ficando com bastante ruído.

Reprodução

Foto com lente macro

Reprodução

Foto com lente macro 2

As selfies tiradas com o aparelho, por sua vez, realizam um bom trabalho e mantém um alto nível de detalhes.

Reprodução

Selfie

Sistema

Para a questão do sistema operacional, o Redmi Note 9 Pro não traz muitas supresas. Assim, ele vem com Android 10 e com a MIUI 11 instalada por padrão, que ainda continua um pouco poluída pelo número de aplicativos que vem como sugestões e prontos para serem instalados em sua tela inicial.

Outro problema que persiste na MIUI também é o número de propagandas apresentadas em suas ferramentas básicas, como na sua parte de segurança e manutenção.

Preço e disponibilidade

O Redmi Note 9 Pro foi lançado no Brasil no começo do mês de junho com preços que variam de R$ 3.699,00 a R$ 4.199,00.

Conclusão

O Redmi Note 9 Pro é um aparelho do segmento intermediário premium, que é capaz de oferecer uma boa performance e autonomia. Não apenas isso, o seu acabamento, é verdade, também está mais para “premium” e ele é bem elegante.

Na questão de fotos, o celular também é capaz de realizar um bom trabalho, apesar do problema que nós tivemos com o seu modo “padrão”. Para isso, vale ressaltar, nós contatamos a Xiaomi e estamos esperando um posicionamento da empresa para atualizar nossa análise, a fim de saber se isto pode ser um problema específico de nossa unidade ou não.

De toda forma, apesar de ser um bom aparelho, a grande verdade é que o preço oficial do Redmi Note 9 Pro no Brasil está um tanto elevado, ainda mais se você for levar em consideração que é possível adquirir um aparelho topo de linha do ano passado por um valor bem similar.


Smartphones review xiaomi smartphone smartphones mais populares redmi reviews Redmi Note 9 redmi note 9 pro
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você

Resource id #4 em db-02 -> SELECT cnt.pk_id_conteudo, cnt.fk_id_usuario, cnt.fk_id_tipo_conteudo, cnt.fk_id_conteudo_status, cnt.url_fixa, cnt.titulo, cnt.descricao, cnt.texto, cnt.data_criacao, cnt.data_publicacao, cnt.data_expiracao, cnt.pro_carreiras, cnt.pro_industria, cnt.pro_tendencias, cnt.uolmais_id, cnt.uolmais_ativo, cnt.dailymotion_id, cnt.amp_md5, cnt.amp_texto, ntc.pk_id_noticia, ntc.fonte, vid.pk_id_video, pdc.pk_id_podcast, pst.pk_id_post, dwn.pk_id_download, blg.pk_id_blog, cln.pk_id_colunista, cln.nome AS cln_nome, cln.lbl_url AS cln_label, vid.sugestao_editor, vid.caminho_video_normal, vid.caminho_video_wide, vid.caminho_video_wmv, vid.caminho_video_720p, vid.caminho_video_1080p, vid.caminho_youtube, vid.duracao_segundos, vid.link_relacionado, vid.autor, vid.cod_programa, vid.anexo_nome, vid.anexo_descricao, vid.anexo_tamanho, vid.streaming, img1.caminho_arquivo AS img1_url, img1.width AS img1_width, img1.height AS img1_height, img1.titulo AS img1_titulo, img1.descricao AS img1_descricao, img1.autor_copyright AS img1_autor, img1.data AS img1_data, img2.caminho_arquivo AS img2_url, img2.width AS img2_width, img2.height AS img2_height, img2.titulo AS img2_titulo, img2.descricao AS img2_descricao, img2.autor_copyright AS img2_autor, img2.data AS img2_data, img5.caminho_arquivo AS img5_url, img5.width AS img5_width, img5.height AS img5_height, img5.titulo AS img5_titulo, img5.descricao AS img5_descricao, img5.autor_copyright AS img5_autor, img5.data AS img5_data, img7.caminho_arquivo AS img7_url, img7.width AS img7_width, img7.height AS img7_height, img7.titulo AS img7_titulo, img7.descricao AS img7_descricao, img7.autor_copyright AS img7_autor, img7.data AS img7_data, img9.caminho_arquivo AS img9_url, img9.width AS img9_width, img9.height AS img9_height, img9.titulo AS img9_titulo, img9.descricao AS img9_descricao, img9.autor_copyright AS img9_autor, img9.data AS img9_data, img1.caminho_arquivo_4x3 AS img1_4x3_url, img1.caminho_arquivo_9x16 AS img1_9x16_url, img1.caminho_arquivo_16x9 AS img1_16x9_url, img2.caminho_arquivo_4x3 AS img2_4x3_url, img2.caminho_arquivo_9x16 AS img2_9x16_url, img2.caminho_arquivo_16x9 AS img2_16x9_url, img5.caminho_arquivo_4x3 AS img5_4x3_url, img5.caminho_arquivo_9x16 AS img5_9x16_url, img5.caminho_arquivo_16x9 AS img5_16x9_url, img7.caminho_arquivo_4x3 AS img7_4x3_url, img7.caminho_arquivo_9x16 AS img7_9x16_url, img7.caminho_arquivo_16x9 AS img7_16x9_url, img9.caminho_arquivo_4x3 AS img9_4x3_url, img9.caminho_arquivo_9x16 AS img9_9x16_url, img9.caminho_arquivo_16x9 AS img9_16x9_url FROM cms_tbl_conteudo AS cnt IGNORE INDEX (fk_id_conteudo_status,fk_id_tipo_conteudo,data_expiracao,pro_carreiras,pro_industria,pro_tendencias,uolmais_id,dailymotion_id) LEFT JOIN cms_tbl_noticias AS ntc ON ntc.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_videos AS vid ON vid.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_podcasts AS pdc ON pdc.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_posts AS pst ON pst.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_download AS dwn ON dwn.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_blogs_new AS blg ON blg.pk_id_blog=pst.fk_id_blog LEFT JOIN cms_tbl_colunistas AS cln ON cln.pk_id_colunista=blg.fk_id_colunista LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img1 ON img1.pk_id_imagem=ntc.fk_id_imagem LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img2 ON img2.pk_id_imagem=vid.fk_id_imagem LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img5 ON img5.pk_id_imagem=pst.fk_id_imagem LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img7 ON img7.pk_id_imagem=pdc.fk_id_imagem LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img9 ON img9.pk_id_imagem=dwn.fk_id_imagem WHERE cnt.pk_id_conteudo=102277 LIMIT 0, 1 em 1.156

Resource id #4 em db-02 -> SELECT t.pk_id_tag AS id, t.tag AS tag FROM cms_tbl_conteudo_r_tags AS rt INNER JOIN cms_tbl_tags AS t ON t.pk_id_tag=rt.fk_id_tag WHERE rt.fk_id_conteudo=102277 em 0.004

Resource id #4 em db-02 -> SELECT id, assunto, url FROM alog_cnt_assuntos ORDER BY id em 0.001

Resource id #4 em db-02 -> SELECT r.id_assunto AS aid, r.id_tag AS tid, t.tag AS tag FROM alog_cnt_assuntos_tags AS r INNER JOIN cms_tbl_tags AS t ON t.pk_id_tag=r.id_tag em 0.016

Resource id #32 em db-01 -> SELECT ua.pk_id_usuario AS id_autor, ue.pk_id_usuario AS id_editor, TRIM(CONCAT(ua.nome, " ", ua.sobrenome)) AS autor_nome, ua.email AS autor_email, TRIM(CONCAT(ue.nome, " ", ue.sobrenome)) AS editor_nome, ue.email AS editor_email FROM cms_tbl_historico_relatorio AS h INNER JOIN ( SELECT MAX(pk_id_historico_relatorio) AS hid, fk_id_conteudo AS id_conteudo FROM cms_tbl_historico_relatorio WHERE fk_id_conteudo=102277 AND fk_id_usuario<>0 ) AS t ON t.hid=h.pk_id_historico_relatorio INNER JOIN cms_tbl_conteudo AS c ON c.pk_id_conteudo=t.id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_usuarios AS ue ON ue.pk_id_usuario=h.fk_id_usuario LEFT JOIN cms_tbl_usuarios AS ua ON ua.pk_id_usuario=c.fk_id_usuario em 0.005

Resource id #35 em db-02 -> SELECT GET_LOCK("lock_dblst_71_1_10_T0_102277_1_",0) AS locked em 0.001

Resource id #35 em db-02 -> /*LISTA: LST_MATERIAS_PREV_NEXT*/ SELECT cnt.pk_id_conteudo, cnt.url_fixa, cnt.titulo, cnt.descricao, cnt.texto, cnt.data_publicacao, cnt.fk_id_tipo_conteudo, cnt.fk_id_conteudo_status, cnt.pro_carreiras, cnt.pro_industria, cnt.pro_tendencias, cnt.uolmais_id, cnt.dailymotion_id, p_n.pos AS pos_ap, img1.caminho_arquivo AS img1, img1.caminho_arquivo_4x3 AS img4x3_1, img1.caminho_arquivo_9x16 AS img9x16_1, img1.caminho_arquivo_16x9 AS img16x9_1, img1.titulo AS img1_tit, img1.descricao AS img1_des, img1.autor_copyright AS img1_aut, cnt.uolmais_id AS vid_uolmais_id, cnt.dailymotion_id AS vid_dmotion_id, cnt.uolmais_ativo AS vid_uolmais_ativo, vid.caminho_video_baixa AS vid_cam_normal, vid.caminho_video_720p AS vid_cam_720p, vid.caminho_youtube AS vid_cam_youtube, img2.caminho_arquivo AS img2, img2.caminho_arquivo_4x3 AS img4x3_2, img2.caminho_arquivo_9x16 AS img9x16_2, img2.caminho_arquivo_16x9 AS img16x9_2, img2.titulo AS img2_tit, img2.descricao AS img2_des, img2.autor_copyright AS img2_aut FROM cms_tbl_conteudo AS cnt IGNORE INDEX (fk_id_conteudo_status,fk_id_tipo_conteudo,data_expiracao,pro_carreiras,pro_industria,pro_tendencias,uolmais_id,dailymotion_id) INNER JOIN ( (SELECT pk_id_conteudo AS id, "ant" AS pos FROM cms_tbl_conteudo WHERE pk_id_conteudo<102277 AND fk_id_tipo_conteudo IN (1,2) AND data_publicacao <= UNIX_TIMESTAMP(NOW()) AND fk_id_conteudo_status IN (2,9) ORDER BY id DESC LIMIT 0,1) UNION (SELECT pk_id_conteudo AS id, "prx" AS pos FROM cms_tbl_conteudo WHERE pk_id_conteudo>102277 AND fk_id_tipo_conteudo IN (1,2) AND data_publicacao <= UNIX_TIMESTAMP(NOW()) AND fk_id_conteudo_status IN (2,9) ORDER BY id ASC LIMIT 0,1) ) AS p_n ON p_n.id=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_noticias AS ntc ON ntc.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img1 ON img1.pk_id_imagem=ntc.fk_id_imagem LEFT JOIN cms_tbl_videos AS vid ON vid.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img2 ON img2.pk_id_imagem=vid.fk_id_imagem WHERE cnt.data_publicacao<=UNIX_TIMESTAMP(NOW()) AND cnt.fk_id_conteudo_status=2 AND cnt.fk_id_tipo_conteudo IN (1,2) ORDER BY cnt.data_publicacao DESC, cnt.pk_id_conteudo DESC LIMIT 0,10 em 0.002

Resource id #35 em db-02 -> SELECT rt.fk_id_conteudo AS cid, rt.fk_id_tag AS tid, t.tag AS tag FROM cms_tbl_conteudo_r_tags AS rt INNER JOIN cms_tbl_tags AS t ON t.pk_id_tag=rt.fk_id_tag WHERE rt.fk_id_conteudo IN (102278,102276) em 0.001

Resource id #35 em db-02 -> SELECT c.pk_id_conteudo AS id_conteudo, ua.pk_id_usuario AS id_autor, ue.pk_id_usuario AS id_editor, TRIM(CONCAT(ua.nome, " ", ua.sobrenome)) AS autor_nome, ua.email AS autor_email, TRIM(CONCAT(ue.nome, " ", ue.sobrenome)) AS editor_nome, ue.email AS editor_email FROM cms_tbl_historico_relatorio AS h INNER JOIN ( SELECT MAX(pk_id_historico_relatorio) AS hid, fk_id_conteudo AS id_conteudo FROM cms_tbl_historico_relatorio WHERE fk_id_conteudo IN (102278,102276) AND fk_id_usuario<>0 GROUP BY fk_id_conteudo ) AS t ON t.hid=h.pk_id_historico_relatorio INNER JOIN cms_tbl_conteudo AS c ON c.pk_id_conteudo=t.id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_usuarios AS ue ON ue.pk_id_usuario=h.fk_id_usuario LEFT JOIN cms_tbl_usuarios AS ua ON ua.pk_id_usuario=c.fk_id_usuario em 0.001

Resource id #35 em db-02 -> SELECT RELEASE_LOCK("lock_dblst_71_1_10_T0_102277_1_") AS released em 0

Resource id #35 em db-02 -> SELECT GET_LOCK("lock_dblst_64_1_20_T0_102277__",0) AS locked em 0

Resource id #35 em db-02 -> /*LISTA: LST_MATERIAS_RELACIONADAS_CMS*/ SELECT cnt.pk_id_conteudo, cnt.url_fixa, cnt.titulo, cnt.descricao, cnt.texto, cnt.data_publicacao, cnt.fk_id_tipo_conteudo, cnt.fk_id_conteudo_status, cnt.pro_carreiras, cnt.pro_industria, cnt.pro_tendencias, cnt.uolmais_id, cnt.dailymotion_id, img1.caminho_arquivo AS img1, img1.caminho_arquivo_4x3 AS img4x3_1, img1.caminho_arquivo_9x16 AS img9x16_1, img1.caminho_arquivo_16x9 AS img16x9_1, img1.titulo AS img1_tit, img1.descricao AS img1_des, img1.autor_copyright AS img1_aut, cnt.uolmais_id AS vid_uolmais_id, cnt.dailymotion_id AS vid_dmotion_id, cnt.uolmais_ativo AS vid_uolmais_ativo, vid.caminho_video_baixa AS vid_cam_normal, vid.caminho_video_720p AS vid_cam_720p, vid.caminho_youtube AS vid_cam_youtube, img2.caminho_arquivo AS img2, img2.caminho_arquivo_4x3 AS img4x3_2, img2.caminho_arquivo_9x16 AS img9x16_2, img2.caminho_arquivo_16x9 AS img16x9_2, img2.titulo AS img2_tit, img2.descricao AS img2_des, img2.autor_copyright AS img2_aut FROM cms_tbl_conteudo AS cnt IGNORE INDEX (fk_id_conteudo_status,fk_id_tipo_conteudo,data_expiracao,pro_carreiras,pro_industria,pro_tendencias,uolmais_id,dailymotion_id) INNER JOIN ( SELECT crel.id_relacionado AS id_conteudo, 9000000000-crel.id AS orderpos FROM cms_tbl_conteudos_relacionados AS crel WHERE fk_id_conteudo=102277 AND tipo='c' AND id_relacionado>0 ) AS rel ON rel.id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_noticias AS ntc ON ntc.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img1 ON img1.pk_id_imagem=ntc.fk_id_imagem LEFT JOIN cms_tbl_videos AS vid ON vid.fk_id_conteudo=cnt.pk_id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_imagens AS img2 ON img2.pk_id_imagem=vid.fk_id_imagem WHERE cnt.data_publicacao<=UNIX_TIMESTAMP(NOW()) AND cnt.fk_id_conteudo_status=2 AND cnt.fk_id_tipo_conteudo IN (1,2) ORDER BY cnt.data_publicacao+rel.orderpos DESC, cnt.pk_id_conteudo DESC LIMIT 0,20 em 0.003

Resource id #35 em db-02 -> SELECT rt.fk_id_conteudo AS cid, rt.fk_id_tag AS tid, t.tag AS tag FROM cms_tbl_conteudo_r_tags AS rt INNER JOIN cms_tbl_tags AS t ON t.pk_id_tag=rt.fk_id_tag WHERE rt.fk_id_conteudo IN (102097,102014,101228,100644) em 0.001

Resource id #35 em db-02 -> SELECT c.pk_id_conteudo AS id_conteudo, ua.pk_id_usuario AS id_autor, ue.pk_id_usuario AS id_editor, TRIM(CONCAT(ua.nome, " ", ua.sobrenome)) AS autor_nome, ua.email AS autor_email, TRIM(CONCAT(ue.nome, " ", ue.sobrenome)) AS editor_nome, ue.email AS editor_email FROM cms_tbl_historico_relatorio AS h INNER JOIN ( SELECT MAX(pk_id_historico_relatorio) AS hid, fk_id_conteudo AS id_conteudo FROM cms_tbl_historico_relatorio WHERE fk_id_conteudo IN (102097,102014,101228,100644) AND fk_id_usuario<>0 GROUP BY fk_id_conteudo ) AS t ON t.hid=h.pk_id_historico_relatorio INNER JOIN cms_tbl_conteudo AS c ON c.pk_id_conteudo=t.id_conteudo LEFT JOIN cms_tbl_usuarios AS ue ON ue.pk_id_usuario=h.fk_id_usuario LEFT JOIN cms_tbl_usuarios AS ua ON ua.pk_id_usuario=c.fk_id_usuario em 0.001

Resource id #35 em db-02 -> SELECT RELEASE_LOCK("lock_dblst_64_1_20_T0_102277__") AS released em 0